quarta-feira, setembro 28, 2011

Voce pode ter e ser o que quiser, se conseguir acreditar que tudo é reflexo de si mesmo".


corta-fita.blogspot
Engane-se à vontade, mas saiba que seu inconsciente não pode ser enganado, pois é ele que sabe exatamente o que você pensa constantemente e, por isso, manda-lhe respostas e sinais o dia inteiro. Conheça essa outra parte da sua mente.

Na verdade, o corpo é a tela onde se projetam as emoções. E todas as emoções negat ivas são projetadas em forma de doenças. Essas somatizações acontecem a curto ou a longo prazo e os sentimentos de infelicidade,
desgosto, raiva, mágoa, ressentimentos, etc, dão origem às doenças mais graves quando arrastados por muitotempo.

Devemos solucionar as questões duvidosas e problemáticas de nosso coração o mais rápido possível, para impedirmos o inconsciente de se comunicar através do corpo, alertando-nos sobre nossa conduta. O inconsciente relaciona universalmente a função do órgão a uma emoção equivalente.
Seja qual for a doença, saiba que sua gravidade equivale à gravidade de seu sofrimento mental sobre o passado, sobre o presente ou preocupações relacionadas ao futuro.
O corpo é o reflexo daquilo que acreditamos e não poderá existir doença se não acreditarmos nela.

Ver a doença e considerá- la realidade é o mesmo que considerar realidade a sombra do nosso próprio corpo refletida no chão. Ela está ali, mas é apenas um reflexo e não nosso corpo.

Cristina Cairo

domingo, setembro 25, 2011

O caminho para a felicidade não é reto

Nos anos 50 o primeiro encontro de um casal era mais romântico e provavelmente mais decente, rs.

Existem curvas chamadas EQUÍVOCOS,

existem semáforos chamados AMIGOS,

luzes de cautela chamadas FAMÍLIA,

e tudo se consegue se tens: um estepe chamado DECISÃO,

um motor poderoso chamado AMOR,

um bom seguro chamado Fé,

combustível abundante chamado PACIÊNCIA,

mas acima de tudo um motorista habilidoso chamado DEUS! 
Perguntaram a Mahatma Gandhi quais são os fatores que destroem os seres humanos. Ele respondeu:

A Política, sem princípios; o Prazer, sem compromisso; a Riqueza, sem trabalho; a Sabedoria, sem caráter; os negócios, sem moral; a Ciência, sem humanidade; a Oração, sem caridade.

A vida me ensinou que as pessoas são amigáveis, se eu sou amável,
que as pessoas são tristes, se estou triste,
que todos me querem, se eu os quero,
que todos são ruins, se eu os odeio,
que há rostos sorridentes, se eu lhes sorrio,
que há faces amargas, se eu sou amargo,
que o mundo está feliz, se eu estou feliz,
que as pessoas ficam com raiva quando eu estou com raiva,
que as pessoas são gratas, se eu sou grato.
A vida é como um espelho: se você sorri para o espelho, ele sorri de volta.

A atitude que eu tome perante a vida é a mesma que a vida vai tomar perante mim.

"Quem quer ser amado, ame"

sábado, setembro 24, 2011

Por que as mães são incheridas?

universofeminino.tumblr.com



3 anos: Mamãe eu te amo
11 anos: Mãe não enche
16 anos: Minha mãe é tão irritante
18 anos: Eu quero sair de casa
25 anos: Finalmente estou livre
30 anos: Mãe, você tinha razão
50 anos: Eu não quero perder minha mãe
70 anos: Eu abriria mão de tudo para ter minha mãe aqui comigo




"Deus não pode estar em todos os lugares e por isso fez as mães.
Ditado judaico

quinta-feira, setembro 22, 2011

O que o medo do abandono provoca


A incapacidade de esperar é justamente uma característica das pessoas que conservam parte de si parada nesta estação, um nenê sempre em busca de um peito para pendurar-se, sempre com medo de ser abandonado,desesperados, pressionados pelo tempo.
Quem fica neste estágio, carregando como questão básica na vida o medo do abandono e da perda, tem um núcleo depressivo na personalidade em função de seu desengano de haver esperado um bom contato de que necessitava e que não veio no tempo certo. Quando nascemos, abrimos a boca à espera do alimento físico e emocional.
Se não chega, ou chega de má qualidade, nos tornamos cronicamente insatisfeitos, tomados pela sensação de vazio, com um buraco no peito.
 Essa pessoa se arrisca a passar a vida toda na ilusão de a cada encontro ter achado a mãe idealde que tanto precisou e não teve. Esperará que o companheiro preencha seu
peito vazio até se convencer, depois de sucessivas desilusões, que terá de usar
sua própria energia para conseguir seu alimento físico e emocional.
Vejamos um exemplo de dificuldades na área, lembrando que o universo do cérebro límbico é o dos animais de sangue quente, como o cão.
Maria chega em casa como um cãozinho que se energiza inteiro com a aproximação do dono. Ou como a criança de peito que vibra dos pés à cabeça quando a mãe chega perto, e isto mostra que já há contato. Maria faz contato,
condição necessária, mas não suficiente, para uma comunicação madura.
Dentro dela, um nenê de peito ainda espera que o companheiro supra suas carências. Por isso, entrará em casa, por exemplo, falando muito, ansiosa por contar tudo. Trocando em miúdos, querendo despejar no marido as frustrações e alegrias do dia.
Tal qual uma criança pequena que precisa da mãe para elaborar suas experiências com as quais ainda não sabe lidar.
Isso é comum também com pais e mães em relação aos seus filhos.

Maria acreditará estar dando, quando tudo o que quer é receber. Ela é um saco sem fundo em sua exigência de afeto. Se o marido se distrai um segundo, sente-se ameaçada de abandono e a conversa degringola. Como não
tem muitos recursos para lidar com a frustração, não sabe o que fazer quando
se depara com limites como esse, que a realidade toda hora impõe.
Admitir a dependência e a necessidade de ser nutrida seria a única forma de Maria aceitar e providenciar ajuda eficiente. Não há outro jeito de crescer, a não ser aceitar os aspectos de nossa personalidade que nos amedrontam ou desagradam.
 

terça-feira, setembro 20, 2011

Só consigo ser eu mesma


"Hoje eu acordei numa casa diferente, num quarto diferente, sem nenhuma muleta, sem nenhuma maquiagem, meus amigos estão ocupados, meus pais não podem sofrer por mim. Hoje eu acordei sem nada no estômago, sem nada no coração, sem ter para onde correr, sem colo, sem peito, sem ter onde encostar, sem ter quem culpar. Hoje eu acordei sem ter quem amar, mas aí eu olhei no espelho e vi, pela primeira vez na vida, a única pessoa que pode realmente me fazer feliz"
Tati Bernardi

sábado, setembro 17, 2011

Você é o que você pensa


afinoedesafino.blogspot

“Nunca digo que estou doente, digo sempre: estou ótima.
Eu não digo nunca que estou cansada
Nada de palavra negativa.
Quanto mais você diz estar ficando cansada e esquecida, mais esquecida fica.
Você vai se convencendo daquilo e convence os outros.
Então silêncio! Sei que tenho muitos anos. Sei que venho do século passado, e que trago comigo todas as idades, mas não sei se sou velha não.
Posso dizer que eu sou a terra e nada mais quero ser”

 Cora Coralina

sexta-feira, setembro 16, 2011

Aceitar-se


by dany

Só você pode ouvir seu coração no silêncio da noite, reconhecer o que há nele, aceitar os sentimentos mesmo que o considere ruins. Saiba que por trás do medo e da dor há uma pessoa maravilhosa que merece ser amada.
 As dores são nuvens... sua alma é o céu... as nuvens podem encobri-lo mas jamais serão maior que o céu... no momento da dor olhe para o céu e lembre-se de quão lindo e maravilhoso ele é... só assim você não precisará mais do reconhecimento dos outros para saber quem é... você já sabe!!!!
Enquanto você não assumir a tarefa de cuidar de sua dor mais profunda, passará o resto da vida colocando expectativas nos outros que jamais poderão ser atendidas... Se você tem medo de sentir essa dor, saiba que somente o veneno da cobra é o antídoto contra o envenenamento... Permita-se sentir e colocar para fora o que te incomoda para que não passe o resto da vida se relacionando com base no medo.


"O que impede a ferida de se curar é não sabermos que somos admiráveis e dignos de amor por sermos quem somos..."

quinta-feira, setembro 15, 2011

Vampirismo




O arquétipo é um conceito psicossomático, unindo corpo e psique, instinto e imagem. Os arquétipos são percebidos em comportamentos externos, especialmente aqueles que se aglomeram em torno de experiencias básicas e universais da vida.
 O Mito do vampiro é um arquétipo que designa aqueles seres noturnos, com sexualidade reprimida, comportamento dionisíaco, a face lunar e a vaidade.
Quando uma pessoa tem essas características na sombra (lado desconhecido da psique, não necessariamente ruim mas desconhecido), pode agir sugando a energia de outras pessoas sem perceber.
A pessoa não consegue se abastecer energeticamente e busca sua energia nas pessoas com as quais se relaciona. Isso caracteriza a prática da vampirização energética. Não estou dizendo que essas pessoas são más, isso acontece na maioria das vezes, de forma inconsciente, ou seja, elas são normalmente pessoas "boas", gentis, embora a condição de necessitar intensa e continuamente de energia reflita um estado de intenso desequilibrio interior.
Pode-se sofrer a vampirização de várias formas, por um olhar, por horas de conversa, ou até pelo telefone.
 Em algumas lendas, quando o vampiro se olha no espelho, não há imagem. Porisso busca em outras pessoas aquilo que não tem. Geralmente, são pessoas que pedem opiniões e sentem-se dependentes de uma pessoa específica. Assim também não assume as responsabilidades sobre a própria vida, culpando aquele que fez a escolha por ele.
 É preciso cuidado com esse paciente pois a luz solar da consciência pode faze-lo não aguentar. Entrar diretamente em contato com o desespero é perigoso pois a essencia do desespero é de que nada vai dar certo, é isso que grita dentro dele. Portanto as racionalizações e explicações podem fazer com que a pessoa entre em estado de fusão com a força vampírica. O desespero é um vazio caótico que destrói as idéias. Portanto não adianta evita-lo, ele tem que ser explorado para que haja uma união frutífera que libere e crie a alma.





Referências: site Rubedo - Monólogo de um vampiro

terça-feira, setembro 13, 2011

Por mais que você olhe, você não me vê..



"Tenho medo de não conseguir manter minhas idéias, meus pontos de vista, minhas escolhas. A minha cabeça é como um guarda que não permite que eu estacione em local algum. Eu fico dando voltas e voltas no meu cérebro e quando encontro uma vaga para ocupar, o guarda diz: circulando, circulando . Você está me entendendo? Eu não tenho área de repouso. Raramente desligo, e quando isso acontece, não dá nem tempo para o motor esfriar.”

Martha Medeiros

domingo, setembro 11, 2011

sexta-feira, setembro 09, 2011

Fome

acordacidade.com.br

Eu tenho fome de pão, de afeto e de bondade.
Tenho fome de beleza, de arte e de sorrir.
Tenho fome de correr, de damasco e de caju.
Tenho fome de voar, fome de subir e fome de morango.

Também tenho fome do porvir, fome de escutar e fome de crescer.
Eu quero doçura, caloria e poesia.
Eu quero arroz, quero feijão e quero um pouco de solidão.

Mas eu quero um tantão de amor, de calor e de sorvete.
Eu quero água, nutrientes, quero paixão.
Eu tenho a fome do espírito, tenho dentes afiados.

Eu quero ser, quero viver, mas quero doer.
Eu quero meu corpo em dia, mas quero minha alma inteira.
Eu tenho a fome dos justos, dos desvalidos, não sou só pão.

Minha fome é antiga, minha língua quer sentir
todo sabor toda cor, toda comida
que engrandeça a alma, que emagreça o corpo,
Mas que alimente o espírito.

Também tenho fome de beijo de abraço e de livro bom.
Faz falta em mim sua música, perfume e ilusão.

Eu sou faminta de selva, de cinema e de licor.
Tenho suor feito de óleo e lágrimas de folhas de louro.

E sem dourar a receita, você tem fome de quê?


quinta-feira, setembro 08, 2011

O que é pensar magro?



Várias pessoas me escrevem questionando sobre as motivações da obesidade. Como se houvesse algum segredo a ser desvendado em relação as pessoas que são magras.
Entre tudo que pesquiso em meu cotidiano de trabalho e atendimento na clínica, percebo cada vez mais que a obesidade é um sintoma. Portanto ser magro está além de uma questão estética. Ser magro é uma atitude, quase uma personalidade.
Explico: Antes de  serem genéticos eles são comportamentais. Portanto se ficar pensando que toda sua família tem problemas de obesidade para justificar os seus problemas com o corpo, é porque você está seguindo os mesmos padrões de comportamento da sua família sem ao menos se dar conta disto.
Porisso se você deseja que seu corpo corresponda a um corpo mais leve, deve antes fazer isso com sua mente, seus pensamentos.
Existem algumas pesquisas que mostram os padrões de comportamento entre os gordos e os magros, veja sua identificação com alguns dos que listei logo abaixo:

Obeso
  • Joga a culpa para todos, tem uma atitude mais dramática.
  • Ressente-se ou magoa-se facilmente dando valor exacerbado mais as pessoas que o cercam do que a si próprio;
  • Têm o hábito de  comer coisinhas o dia todo, para abafar a ansiedade geral pela sua falta de desprendimento;
  • Depende emocionalmente das pessoas;
  • Sente necessidade de aprovação: está constantemente agradando as pessoas, menos a si própria;
  • Carrega os problemas dos outros: não sabe separar o joio do trigo.
Pensar Magro
  • Não espera NADA de ninguém. Ignora chantagens emocionais e toca a vida de forma dinâmica;
  • Não sente culpa em dizer NÃO, pois tem um desprendimento da sua lixeira emocional
  • Fácil de perdoar: não se apega à mágoas e ressentimentos, sente-se livre para sempre recomeçar;
  • Possui pensamentos rápidos e normalmente não tem paciência em esperar pessoas e coisas. Ela parte logo para a decisão e resolve seus problemas o mais rápido que pode. Isso faz com que seu cérebro utilize muito açúcar de seu corpo, ocorrendo uma queima natural de gordura generalizada.




                          
     






sábado, setembro 03, 2011

Medo de brilhar



"Nosso maior medo não é que sejamos incapazes.
Nosso maior medo é que sejamos poderosos além da vida.
É a nossa luz e não nossa escuridão que nos amedontra.
Nos perguntamos Quem eu sou para ser brilhante, atraente, talentoso, incrível?
Na verdade quem é você para não ser tudo isso?
Bancar o pequeno não ajuda o mundo.
Não há nada de brilhante em encolher para que outras pessoas não se sintam inseguras em torno de você.
É na medida em que deixamos nossa própria luz brilhar que damos aos outros permissão para fazer o mesmo."

Nelson Mandela

quinta-feira, setembro 01, 2011

A vida é um sopro

 

Quando é que entenderemos o  mistério da vida?
Recebi hoje a notícia de que a mestra, Lucy Penna, fez sua passagem...
Isso me fez pensar ainda mais, na fragilidade da vida. Em quanto desperdiçamos energia, momentos, vida, fazendo aquilo que não está em nossos corações genuinamente.
O que fazes quando ganhas um presente?
Pois, a vida é nosso presente.
Lucy demonstrava isso em seus escritos.

E você, o que tens feito com esse presente?

Quanto mais temos consciência da morte, mais valor damos à vida, pois só estamos aqui de passagem...

Lucy Penna escreveu diversos artigos em revistas especializadas, além de três livros: "Corpo Sofrido e Mal Amado" e "Dance e Recrie o Mundo " (Summus Ed.). " Saúde e Qualidade de Vida" (co-autoria, Editora Peirópolis). Outros títulos em preparo são: Pauaxipuna , sobre a espiritualidade indígena da Amazônia, combina o estudo dos símbolos arquetípicos com a mitologia evidenciando a presença pré histórica de um culto a divindades femininas. Calatonia, o suave toque da paz contempla o método de Pethö Sándor (Calatonia) usando uma linguagem coloquial, ao mesmo tempo profunda. É uma síntese de 30 anos de prática clínica com esse método em psicoterapia e sua divulgação em cursos e workshops no país e no exterior.
Atendeu em consultório há 30 anos com uma linha que integra métodos de abordagem corporal com a psicoterapia. Realizou oficinas de arte e cura, bem como de métodos de relaxamento fisiopsíquico e de psicologia da mulher em consultório próprio na cidade de São Paulo. Realizou estágios no exterior, em Londres e Califórnia, USA. Fez pós - doutorado na Universidade de Toronto, Canadá. Ministrou workshops em Berlim, Sttutgart, Buenos Aires e Montevidéu.



Constelações Familiares e o poder do AGORA

créditos de imagem para sandragamero.com Se você ainda não conhece a prática das constelações familiares esta é uma excelente oportuni...