sexta-feira, setembro 09, 2011

Fome

acordacidade.com.br

Eu tenho fome de pão, de afeto e de bondade.
Tenho fome de beleza, de arte e de sorrir.
Tenho fome de correr, de damasco e de caju.
Tenho fome de voar, fome de subir e fome de morango.

Também tenho fome do porvir, fome de escutar e fome de crescer.
Eu quero doçura, caloria e poesia.
Eu quero arroz, quero feijão e quero um pouco de solidão.

Mas eu quero um tantão de amor, de calor e de sorvete.
Eu quero água, nutrientes, quero paixão.
Eu tenho a fome do espírito, tenho dentes afiados.

Eu quero ser, quero viver, mas quero doer.
Eu quero meu corpo em dia, mas quero minha alma inteira.
Eu tenho a fome dos justos, dos desvalidos, não sou só pão.

Minha fome é antiga, minha língua quer sentir
todo sabor toda cor, toda comida
que engrandeça a alma, que emagreça o corpo,
Mas que alimente o espírito.

Também tenho fome de beijo de abraço e de livro bom.
Faz falta em mim sua música, perfume e ilusão.

Eu sou faminta de selva, de cinema e de licor.
Tenho suor feito de óleo e lágrimas de folhas de louro.

E sem dourar a receita, você tem fome de quê?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fico muito feliz de você estar aqui, quando você comenta me deixa ainda mais....

Deixa acontecer

As coisas acontecem quando você menos espera, as coisas acontecem quando você não as força, as coisas acontecem quando você não está an...