sexta-feira, dezembro 30, 2011

Eu não tenho nada haver com isso



1-Parece estranho, mas é isso que devemos adotar em nossas vidas. Uma atitude de menos preocupação com a vida alheia. Quanto mais isso acontece, mais você se preocupa em fazer de tudo para manter as aparências, mostrar que é bonzinho e merece ser amado. Não seja o que os outros querem que você seja. Você não tem nada haver com o que pensam sobre você. É direito delas gostar ou não do que você é.

2- Assista menos noticiários da TV. Já percebeu as mensagens negativas que recebe diariamente em sua casa, cobertas de medo, terror, pessimismo. Na minha casa não vejo, nem meu filho vê. Por que preciso saber quem matou quem, ou se roubaram isso ou aquilo?

3- Não se culpe, seja cúmplice de si mesmo. Uma coisa é acusarem você de algo, mas você se acusar é inútil, pois dentro de você está guardado seu consolador. Quanto mais culpa, mais dor, menos você irá querer estar sozinho contigo e irá buscar consolo nos outros, se tornará dependente afetivo. Dependente da aprova;cão alheia.

4- Não tente impedir o rio, deixe ele correr sozinho. Como diz Gasparetto: "Toda sensação de perda vem da falsa sensação de posse"

5- Não busque no outro aquilo que você não consegue dar a si mesmo, principalmente amor

6- Acredite que você merece vivenciar o amor genuíno. Atualmente, quase ninguém acredita em amor! As pessoas sofrem tanto por amar a pessoa errada que deixam de acreditar ou têm medo descobrir o que é amar verdadeiramente e sentir-se amado.


7- "Que Deus esteja sempre com você, mas acima de tudo, que
você esteja sempre com Deus."
Luiz Gasparetto


Com essas frases me despeço de todos. Estarei fora alguns dias e só volto depois que o ano novo pintar em nossas vidas
Aliás espero não voltar a mesma, desejo para todos o que desejo também para mim
Que não percam a capacidade de se reinventar a cada dia, a cada ano e a sensação de que festa acontece todo dia quando acordamos e ganhamos a oportunidade de vivenciar tudo de novo, até cansar, e sentir uma vontade louca de mudar e correr atrás do que sonhamos de verdade.

Obrigada a todos que estão por aqui todo dia, e aqueles que estão de vez em quando, aqueles que visitam o athelie pessoalmente.

quinta-feira, dezembro 29, 2011

Não fazer mais nada



“Quando fazemos tudo para que nos amem e não conseguimos, resta-nos um último recurso: não fazer mais nada. Por isso, digo, quando não obtivermos o amor, o afeto ou a ternura que havíamos solicitado, melhor será desistirmos e procurar mais adiante os sentimentos que nos negaram. Não fazer esforços inúteis, pois o amor nasce, ou não, espontaneamente, mas nunca por força de imposição. Às vezes, é inútil esforçar-se demais, nada se consegue;outras vezes, nada damos e o amor se rende aos nossos pés. Os sentimentos são sempre uma surpresa. Nunca foram uma caridade mendigada, uma compaixão ou um favor concedido. Quase sempre amamos a quem nos ama mal, e desprezamos quem melhor nos quer. Assim, repito, quando tivermos feito tudo para conseguir um amor, e falhado, resta-nos um só caminho…o de mais nada fazer.”

Clarice Lispector

segunda-feira, dezembro 26, 2011

sexta-feira, dezembro 16, 2011

Existe Alma Gêmea?


Várias pessoas me escrevem dizendo que tem dúvida acerca do amor de sua vida.
Chamem como quizerem: alma gêmea, amor da vida, o escolhido de Deus...
no fundo a intenção é a mesma.

É incrível como temos dúvidas quando estamos nos relacionando com alguém
Opa! Eu disse DÚVIDA.
Esse já é um sinal.

Dia desses conversava com uma amiga muito querida e ela disse que já havia encontrado com sua alma gêmea, mas que foi no passado, e hoje já tem marido e filhos e, simplesmente, desistiu...

Outra pessoa, também querida, disse que desistiu, pois se ama apenas duas vezes na vida, e não deu certo com ela.. (?)
Me pergunto o que leva sempre alguém a acreditar que não merece usufruir da plenitude de poder vivenciar o poder do amor genuino.
Dizia um terapeuta, mestre Nilton: "Sabe o que acontece quando você encontra sua alma gêmea e não está preparado para ela? Você simplesmente chuta para bem longe."

Pensando nisso trouxe trechos de Cristina Cairo, que é uma estudiosa do assunto:

As pessoas que já encontraram sua alma gêmea confirmaram na prática, sem margem de erro, que ela existe. Mas aqueles que se sentem incompletos e infelizes nos relacionamentos amorosos se desestimulam e não acreditam nessa possibilidade.
Alma gêmea você pode encontrar dentro de sua família, como um irmão, pai, mãe, primos, pela igualdade de pensamentos e sentimentos, mas a alma gêmea no relacionamento amoroso só pode ser encontrada quando a pessoa está preparada para se dividir.

Os modelos de amores que carregamos no inconsciente nos induzem a procurar parceiros que correspondam a esses moldes.
Entre nossas maiores fontes de inspiração para idealizar um casal estão nossos pais, porque participamos de seu cotidiano, desde o nosso nascimento. Assim, o relacionamento deles funciona como um modelo que a gente reproduz na vida adulta, até mesmo sem perceber.
Vamos a alguns exemplos.

Se uma menina perdeu o pai logo na sua infância ou se ele foi ausente, viajante e mulherengo, ela só se identificará, no futuro, com homens que sejam ausentes ou que sempre a abandonam, como se estivesse repetindo a vida de sua mãe.

Se uma menina teve um pai submisso à sua esposa autoritária ou um pai presente fisicamente, mas alheio às necessidades da filha, ela se identificará com homens fracos, sempre dominados pela mulher.


Se uma criança presenciou brigas, gritos, hostilidades e desrespeitos no relacionamento dos seus pais, crescerá com a tendência e envolver-se em relacionamentos semelhantes ou, então, evitará qualquer envolvimento mais sério, que tenda a evoluir para o casamento. Assim, evita reviver a infância conturbada.
Homens que têm dificuldade de lidar com uma mãe chantagista, autoritária, ausente ou de gênio difícil encontrarão no futuro mulheres que lembram sua mãe, tanto nos defeitos como nas qualidades.
Se um menino foi criado por outra mulher que não tenha sido sua mãe, será esse modelo que ele registrará em seu inconsciente para no futuro escolher uma esposa.


Diversas vezes encontrei homens e mulheres que negaram ver em seus parceiros comportamentos parecidos com os de seus pais, até que expliquei como identificá-los.
Basta você lembrar de sua infância, revivendo sentimentos de mágoa (por exemplo) que sentiu em relação a eles, e depois compare ao que você sente hoje quando seus parceiros o magoam ou assustam.
 Um pai alcoólatra, por exemplo, pode fazer com que a filha, quando adulta, sinta atração por abstêmios, mas ausentes, como representação de seu pai, pois todo alcoólatra é ausente.

Normalmente, identifico mulheres que sentem atração por homens ausentes por seu culote. De acordo com a linguagem do corpo, essa parte lateral externa da coxa aumentada representa uma mulher que teve pai ausente, seja por ser alcoólatra, autoritário, viajante, doente, mulherengo, submisso à esposa. Pela bioenergética, o culote representa o pai.

As pessoas que nos atraem, e junto das quais permanecemos por um bom tempo, não são necessariamente nossas almas gêmeas, apenas significam resgates de conflitos inconscientes guardados contra quem nos criou ou apego exagerado a nossos pais. Terapias costumam desvendar esses impulsos e ajudar o cliente a romper com modelos não-positivos.

Sua alma gêmea pode não ter nenhuma das características observadas em seus familiares, e só vai aparecer quando você estiver livre da ansiedade de encontrá-la.
Ela pode surgir no pior momento da sua vida e, como semelhante atrai semelhante, ela também estará no pior momento da vida dela.

 Pode acontecer que ambos não estejam preparados para se assumir, pois ainda devem percorrer um longo caminho de espinhos para aprender como é o verdadeiro amor a dois. Pode haver uma separação e, depois de muito tempo, um reencontro, quando vocês estiverem amadurecidos.
A alma gêmea não trai sexualmente seu parceiro.
Existem casais que se amam muito, casaram-se, tiveram filhos, fizeram planos e não pretendem se separar, mesmo que tenha havido traição no relacionamento. Estamos falando, então, de um grande amor, mas não de almas gêmeas.
Mesmo entre os casais que optam pelo relacionamento aberto, permitindo-se vivenciar prazeres com outras pessoas sem quebrar seu compromisso, pode haver um alto grau de amizade, de cumplicidade, de tesão e também de medo inconsciente. Mas não são almas gêmeas no amor.
O amor de alma gêmea, mesmo que esteja livre para ter outros prazeres, não consegue ir avante, pois se sente completo e satisfeito internamente.


O freio ou a estabilidade sexual ocorre naturalmente quando encontramos nossa alma gêmea.
Alguns homens dizem que são mulherengos e gostam de estar com outras parceiras por prazer, mas na verdade é porque eles ainda não encontraram sua alma gêmea.
Existe o problema cultural secular que permitiu a liberdade sexual aos homens mas a vetou às mulheres. Não porque elas tenham menos necessidade de sexo. Os instintos são semelhantes, e na atualidade ambos têm o mesmo direito a buscar seu prazer, sem tanta repressão. Assim, adiam, inconscientemente, o encontro com suas almas gêmeas por medo de perder a liberdade conquistada.
Quando a alma está madura e os instintos em baixa, os caminhos se afunilam e a pessoa se torna mais seletiva. Daí fica muito mais fácil enxergar quem completará sua felicidade.
Visualize o tipo de pessoa que você deseja como sua alma gêmea. Veja com detalhes sua altura, cor de pele, cabelos, maneira de vestir, profissão, caráter e espiritualidade. Observe-se e reflita se você merece essa pessoa ou se ainda precisa se preparar mais um pouco para um relacionamento como esse.
Aceite-se, viva à sua maneira tranqüilamente, pois sempre existirá alguém que se sentirá muito feliz ao seu lado.
Alma gêmea existe, e, quando aparece, é para somar espiritualmente. O crescimento é mútuo.
Uma pessoa que coloca você pra baixo, que não reconhece ou admira suas qualidades e que não se dispõe a fazer aqueles pequenos gestos típicos de servir por amor não pode ser sua alma gêmea.
O respeito e a vontade saudável de servir ao parceiro revelam carinho e afeto, mas a confirmação de que alguém é nossa alma gêmea vem quando ambos resistem a tentações, sempre voltados um para o outro.
Para algumas pessoas isso parecerá careta ou mesmo ou mesmo auto-repressão por medo de perder alguém com quem se relacionam, mas, se for alma gêmea mesmo, jamais se sentirão reprimidos, pois estão satisfeitos um com o outro.
Visualize sua alma gêmea e espere, calmamente, sua chegada. Ela baterá a sua porta quando você menos esperar.Busque a Deus, seja uma pessoa cada vez melhor, e logo a pessoa certa estará com você.

Lembre-se de que a base da pirâmide da evolução está repleta de pessoas comuns e de perturbados; portanto, quanto mais você for subindo, menos pessoas haverá para escolher, até que, ao chegar ao topo, restará apenas uma, justamente aquela de uma alma muito linda, esperando por você. Mereça esse amor.


Extraído do livro A Lei da Afinidade da Editora Ediouro da autora Cristina Cairo.

”Tê-la nos meus braços era mais natural para mim do que batidas do meu próprio coração.”

- Diário de uma paixão

"Tê-la nos meus braços era mais natural para mim do que batidas do meu próprio coração.”


- Diário de uma paixão


quinta-feira, dezembro 15, 2011

Qual a sua urgência?



"Sou composta por urgências: minhas alegrias são intensas; minhas tristezas, absolutas. Me entupo de ausências, me esvazio de excessos. Eu não caibo no estreito, eu só vivo nos extremos."

(Clarice Lispector)

segunda-feira, dezembro 12, 2011

Por que escolher o caminho mais difícil?


profanofeminino.com

Minha vida está acontecendo por aí em algum lugar sem a minha presença.
Refaço mil vezes a mesma pergunta: por que busco situações, e também pessoas, difíceis para minha vida?
Você já se sentiu sequestrado? Que esta não é a vida que você planejou?
Se pergunta, sempre, se o caminho agora é "aceitar"?
Mas se você aceitar, poderá apenas entrar no caminho da acomodação.
Porisso pare de sonhar acordado.
Simplesmente aja, olhe para frente!
Não dê a ninguém a régua que mede seu valor!
Você não pode desistir, caso contrário, buscará sempre um culpado pelo fato de não ter persistido no seu desejo.

sexta-feira, dezembro 09, 2011

Desocupe a sua casa



"Tem dor que vira companhia. Olhando de perto, faz tempo que deixou de doer, só tem fama, mas a gente não solta. Quem sabe, pelo receio de não saber o que fazer com o espaço, às vezes grande, que ficará desocupado se ela sair de cena. Vazio é também terreno fértil para novos florescimentos, mas costuma causar um medo inacreditável.


Quando, finalmente, criou coragem e deixou de dar casa, comida e roupa lavada para a tal dor, ela desapareceu."

segunda-feira, dezembro 05, 2011

O que você faz com seu tempo?



Há um lado meu que pede: “Mande tudo para para o brejo” E outro que ainda insiste: “Mais um pouquinho de paciência, só um pouco mais.
Nisso já se foram 10 anos..

domingo, dezembro 04, 2011

A consciência da morte nos ajuda a viver




Uma das características do ser humano mortal é ter consciência de sua temporalidade. Ele não viverá  para sempre. A morte o acompanha desde o início do caminho.
Este sempre foi um drama terrível para os seres humanos.
Com respeito à consciência da morte, Reich questiona acerca de: por que perdemos a capacidade de nos sentir parte do todo? o que nos impede?
Enquanto o ser humano não se sentir parte do universo, não deixará de destruir a natureza, pois pensamos erroneamente, que não nos afeta diretamente.
Reich afirma que a falta da capacidade de nos sentirmos integrado através da consciência de que somos parte da natureza, ocorre porque, até mesmo nossa chegada ao mundo não foi adequada, isto é, não fomos bem recebidos.
Ao nascermos, somos afetados de diversas formas por agressões externas.
Tiram-nos de nossas mães logo após o parto, para limpar-nos, aplicar remédios, fazer exames, cortam o cordão umbilical antes de parar de pulsar.
Saimos de um ambiente de 36 graus do útero, e assim chegamos numa sala gelada, com luzes fortes, em fim...
Não deixam nossos pais embalarmo-nos em seus colos pois do contrário dizem que ficaríamos mal acostumadas. Algumas criações defendem a idéia de deixar as crianças chorando no berço até que aprendam a dormir sozinhas.
Quer dizer, as condições em que nossas energia bio psíquica vai se estruturando não são as que corresponderiam para um desenvolvimento adequado de nossa potencialidade.
Para nos defendermos disso, nos submergimos em uma couraça, que vai nos isolando do exterior e também da nossa própria essência.
Como consequência, nossa percepção se embrutece e nos impede de captar realidades essenciais e sutis.
Porisso dentro da orgonomia falamos da prevenção da autorregulação infantil onde, como pais, temos uma grande responsabilidade para permitir que o ser que chega ao mundo não tenha suas potencialidades limitadas.
Os primeiros anos de vida marcam as características básicas desse ser.
Nós morremos permanentemente, mas nos mantemos em dinâmicas de intemporalidade sem nos darmos conta de que tudo dura um certo tempo.
 Se recuperarmos o contato com a realidade do morrer, com nossa temporalidade, teremos mais motivos para aproveitar nossas capacidades e celebrar a vida.
Corroborando diversos autores, sabemos que a pessoa que é capaz de viver está mais preparada para morrer, ainda que isso pareça um paradoxo.
Se sou consciente de cada ato que realizo e das consequências desses atos no plano indivicual e coletivo, poderei expandir-me assumindo cem por cento da vida que vivo.

Xavier Serrano

Constelações Familiares e o poder do AGORA

créditos de imagem para sandragamero.com Se você ainda não conhece a prática das constelações familiares esta é uma excelente oportuni...