quarta-feira, abril 17, 2013

Você sabe compartilhar?

CompartilharDe todas as mazelas capazes de turvar o caminho do homem, a avareza é uma das piores. Impressionante a sua capacidade de atrair a infelicidade, afastar amigos e promover a solidão doentia. Qualquer tentativa no sentido de anulá-la - por meios esotéricos, ou não, é sempre bem vinda e de utilidade pública.
No momento em que você se torna avarento, fica fechado para o fenômeno fundamental da vida: a expansão, o compartilhar.

segunda-feira, abril 15, 2013

Compulsão por Agradar!



"Não esperem que devolvam algo, nao espere que reconheçam seu esforço, que descubram seu gênio,  que entendam seu amor."


Caio F. Abreu


Pare agora e perceba quantas pessoas você tenta controlar com agrados.
É duro reconhecer, mas na maioria das vezes em que você não está sendo originalmente honesto consigo mesmo, você está buscando aprovação dos outros.
Esta busca em agradar é um comportamento nocivo, pois à medida em que você diz SIM aos demais, está dizendo NÃO a você mesmo.
Quando tenta agradar e não consegue.
Perceba como você se sente?

Sentir-se mal por não ter conseguido agradar demonstra que sua auto estima está voltada para aquilo que pensam de você! E não pelo que você genuinamente é.
Isso é uma cilada tremenda, pois ficará sempre preso a opinião alheia.
Se nem Jesus Cristo (nosso grande mestre), conseguiu agradar a todos. Quem somos nós para conseguir tamanha proeza?

Na realidade temos que nos treinar cotidianamente para deixar as pessoas gostarem de nós ou não! É um direito delas! Não tente controlar isso! É uma verdadeira prisão viver assim.


Quem se interessar pelo assunto, há muitas explicações sobre o tema no livro da psicóloga  Harriet B. Braiker

 
Apresenta a compulsão por agradar e ainda oferece um plano de ação de 21 diasA autora chama atenção para os "indivíduos agradadores, cujos julgamentos distorcidos são a causa predominante da síndrome, estão aprisionados em formas de pensar opressivas ou derrotistas que perpetuam seus problemas com a compulsão por ser gentil".

Embora sugira uma habilidade social ou a expressão de uma alma caridosa, ela é prejudicial por gerar uma preocupação excessiva em corresponder às expectativas dos outros, negligenciando a própria vontade e necessidades.

"As pessoas que agradam compulsivamente --mulheres e homens-- de quem tratei, aumentaram muito a minha compreensão sobre o preço que as pessoas afligidas por tal problema pagam em termos de saúde, relacionamentos e qualidade de vida", conta a autora.

No livro, a especialista explica o problema e sugere um programa de três semanas para aprender a dizer "não" e recuperar a autoestima devastada por longos períodos procurando conciliar desejos de gregos e troianos.









 

Constelações Familiares e o poder do AGORA

créditos de imagem para sandragamero.com Se você ainda não conhece a prática das constelações familiares esta é uma excelente oportuni...