segunda-feira, julho 09, 2012

Seleção Natural



Somente uma pessoa amorosa, aquela que realmente é amorosa, pode encontrar o parceiro certo.

Essa é minha observação: se você está infeliz você irá encontrar alguém também infeliz. Pessoas infelizes são atraídas pelas pessoas infelizes. E isso é bom, é natural. É bom que as pessoas infelizes não sejam atraídas pelas pessoas felizes; senão elas destruiriam a felicidade delas.

 O semelhante atrai o semelhante.

Você encontra as pessoas do mesmo plano. Então a primeira coisa a lembrar é: um relacionamento está fadado a ser amargo se ele surgiu da infelicidade.

Primeiro seja feliz, seja alegre, seja festivo e então você encontrará alguma outra alma festiva e haverá um encontro de duas almas dançantes e uma grande dança irá surgir disso.

Não peça por um relacionamento a partir da solidão, não. Assim você estará indo na direção errada. Então o outro será usado como um meio e o outro lhe usará como um meio. E ninguém quer ser usado como um meio! Cada indivíduo único é um fim em si mesmo. É imoral usar alguém como um meio. Primeiro aprenda como ser só.

Se você puder ser feliz quando você está só, você aprendeu o segredo de ser feliz. Agora você pode ser feliz acompanhado. Se você é feliz, então você tem alguma coisa para compartilhar, para dar. E quando você dá, você obtém; não é de outra maneira. Assim surge uma necessidade de amar alguém.

Geralmente a necessidade é de ser amado por alguém. É a necessidade errada. É uma necessidade infantil; você não está amadurecido. É uma atitude infantil.

Uma criança nasce. Naturalmente, a criança não pode amar a mãe; ela não sabe o que é amar e ela não sabe quem é a mãe e quem é o pai. Ela está totalmente desamparada. Seu ser ainda está para ser integrado; ela ainda não está reunida. Ela é somente uma possibilidade.

A mãe precisa amar, o pai precisa amar, a família precisa banhar a criança de amor. Agora ela aprende uma coisa: que todos têm que amá-la. Ela nunca aprende que ela precisa amar. Agora a criança irá crescer e se ela permanecer presa nessa atitude de que todo mundo tem que amá-la, ela irá sofrer por toda sua vida. Seu corpo cresceu, mas sua mente permaneceu imatura.

Uma pessoa amadurecida é aquela que chega a conhecer a necessidade do outro: que agora tenho que amar alguém. A necessidade de ser amado é infantil, imatura. A necessidade de amar é maturidade.

E quando você está preparado para amar alguém, um belo relacionamento irá surgir; de outra maneira não.


palavrasdeosho

2 comentários:

  1. Oi, Lorena, boa noite!!
    A linha de pensamento é interessante. Concordo em alguns pontos. Sem dúvida, amar se mostra um sentimento mais equilibrado quando seu sentido é interior-exterior; sim, faz todo sentido antes preencher vazios da vida que buscar preenchimento de vazios sentimentais; crecer é preparar-se para voos tanto mais altos quanto mais seguros.
    Se me perdoa a opinião, eu creio que, contudo, o amor nem sempre será o encontro de iguais, de semelhantes, de almas dançantes. Às vezes uma alma dançante se dá ao luxo de, podendo buscar outra alma dançante, preferir ensinar uma alma não dançante a dançar... Pois o amor é maior que somos. Não o controlamos, nem ensinamos, nem cronometramos, nem dirigimos.
    Estar em equilíbrio, ter crescido, é sim, fundamental. Depois, não importa qual seja o tamanho das nossas pernas, o amor será maior que elas..
    Um beijo carinhoso
    Doces sonhos
    Lello

    ResponderExcluir
  2. Anônimo11/7/12

    O que vc escreveu me tocou muito... estou repensando algumas coisas até, mas sei que no fundo os pares complementares acabam se encontrando...
    um beijo p vc!

    ResponderExcluir

Fico muito feliz de você estar aqui, quando você comenta me deixa ainda mais....

Constelações Familiares e o poder do AGORA

créditos de imagem para sandragamero.com Se você ainda não conhece a prática das constelações familiares esta é uma excelente oportuni...