Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2012

Você é vítima?

A vítima é a pessoa que se sente inferior à realidade, é a pessoa que se sente esmagada pelo mundo externo, desgraçada face aos acontecimentos, é aquela que se acostuma a ver a realidade apenas em seus aspectos negativos.
 Ela sempre sabe o que não deve, o que não pode, o que não dá certo.

 Ela tem uma capacidade incrível em diagnosticar os problemas existentes.
Há nela uma incapacidade estrutural de procurar o caminho das soluções e, neste sentido, ela transfere os seus problemas para os outros; transfere para as circunstâncias, para o mundo exterior, a responsabilidade do que está lhe acontecendo.

Esta é a postura da justificativa. Justificar-se é o sinal de que não queremos mudar. Para não assumirmos o erro, justificamo-nos, ou seja, transformamos o que está errado em injusto e, de justificativa em justificativa, paralisamo-nos, impedimo-nos de crescer.

A vítima é incompetente na sua relação com o mundo externo. Enquanto colocarmos a responsabilidade total dos nossos pro…

Traição

Há apenas uma traição e ela consiste em trair sua própria vida.

Não há outra traição. Se você continuar a viver com um cônjuge resmungão, possessivo, sem qualquer amor, você estará destruindo suas próprias oportunidades.

Permaneça fiel a si mesmo – essa é a única fé necessária – e tudo estará bem.

Osho

Re-começo

"Você já se sentiu como um saco plástico flutuando pelo vento querendo começar de novo? Você já se sentiu frágil, como um castelo de cartas a um sopro de desmoronar? Você já se sentiu enterrado, gritando sob sete palmos mas ninguém parece ouvir nada? Você sabe que ainda há uma chance para você? Porque há uma faísca em você, você só tem que acendê-la e deixá-la brilhar. Apenas domine a noite, como o dia da independência.  ... você é um fogo de artifício, vá em frente, mostre o que você vale." Katy Perry

Ainda dá tempo
de fazer planos para o ano novo
de acreditar em você
Aproveite, pois no nosso país dizem que o ano só começa depois do carnaval
ReComece!

O que é transtorno bipolar?

O distúrbio bipolar conhecido também como depressão maníaca envolve mudanças dramáticas de humor, é muito mais do que sentir bem ou mal, os ciclos do distúrbio bipolar duram dias, semanas, e às vezes meses.

Ao contrário das mudanças normais de humor, o distúrbio bipolar é muito mais intenso e destrutivo no funcionamento diário, afetando a energia, os níveis de atividades, julgamentos e comportamentos.

Durante um episódio maníaco, o individuo pode sentir-se impulsionado a deixar o seu emprego, levantar grandes quantidades de dinheiro, ou sentir-se descansado depois de duas horas de sono.

Durante um episódio depressivo, o individuo tende a acordar com um sentimento de impotência e falta de esperança.
A desordem bipolar é mais comum do que se imagina, afetando três adultos em cada 100, de acordo com os especialistas.
As suas causas ainda não são completamente compreendidas, há evidências de que fatores genéticos possam influenciar no aparecimento da doença.

O primeiro episódio maníaco ou depre…

Alcoolismo

O alcoolismo não é tão difícil de curar. O difícil é fazer com que as pessoas entendam do que o alcoólatra precisa.

Não se sabe quem é mais teimoso: quem bebe ou quem implora ao alcoólatra que pare de beber.
(...)Há pessoas que, quando bebem, dizem coisas sem nexo: são os bêbados briguentos, os sentimentais, etc. O que acontece com eles é que os sentimentos reprimidos no dia-a-dia “explodem” quando a consciência deixa de censurá-los, porque o receptor cerebral ficou entorpecido pelo álcool.

O bêbado sentimental é aquele que tem acumulado dentro de si motivos para chorar, mas que reprime essa vontade pela autocensura “que considera vergonhoso ou feio chorar”. Deixando de se reprimir, extravasa seus sentimentos e... chora.

O bêbado briguento é aquele que vive sempre com muita raiva mas não a expressa, pois acredita que um cavalheiro que se preza não fica zangado e nem grita à toa. Por isso, reprime o sentimento de raiva e finge serenidade mas, na realidade, está “fervendo” p…

Depressão Masculina: uma cilada invisível

Profissionais de saúde estimam que quase 10 milhões de homens no Brasil sofrem de depressão. A maioria deles é capaz de admitir que a vida "está sem graça", mas só uma minoria ousa reconhecer que há algo errado com suas emoções. Isso seria visto como sinal de fraqueza, "coisa de mulher".
 Historicamente, ainda que de forma equivocada, o homem se vê como o grande caçador, guerreiro, que nunca pode distrair-se ou fragilizar-se. Mas, em termos mundiais, os homens tentam o suicídio quatro vezes mais que as mulheres – e com maior possibilidade de sucesso.
 Durante muitas décadas, talvez séculos, a sociedade tem visto os sintomas da depressão como "femininizados" e então temos sido induzidos a pensar que a depressão é "um problema de mulher". Não estamos dispostos a aceitá-la nos homens, a menos que vejamos claramente neles a mesma série de sintomas.
 O problema é que os sinais da depressão normalmente observados na mulher são menos comuns nos homens.…

Aprendendo a viver

"Ver que eu não preciso me misturar para me envolver. Que eu não preciso me perder para encontrar.
Que eu não preciso me defender para oferecer proteção, que eu posso sim, ir ao encontro dos outros e da vida,  com a paz de quem está aprendendo a se respeitar, sem deixar de levar no coração e no rosto o meu buquê de sorrisos."

Ana Jácomo

Você é livre

"Mente é casa que não tem paredes, mas nos acostumamos a viver como se tivesse. E, não é raro, passamos temporadas no cômodo mais apertado" Ana Jácomo

Ilusão de estimação

Tem gente que adora bichinho de estimação. Até aí tudo bem, mas ilusão de estimação?!!!!

Conheço pessoas que se iludem pois vivem esperando os outros, ou seja, esperam que alguém vai aparecer e tirar elas do sofrimento.
E quando acontece algo de errado fica mais cômodo, porque buscam logo alguém para culpar.

Maria tem uma relação que já vai para 10 anos. É um tal de assume não assume.
Toda vez que ele quer viajar e curtir com os amigos, ele inventa uma briga com ela, e usa os defeitos de Maria para responsabilizá-la pelas brigas.
Resultado: ela acaba se sentindo culpada. E como não sabe lidar com as frustrações põe a culpa no seu corpo, dizendo o quanto ela está gorda, porisso João não a quer. E culpa ele explicando o quanto ele é imaturo para a vida a dois.

Maria não se abre para mais nada na vida, pois ele está no centro de seu mundo. Todo natal ela espera que ele a peça em casamento.

De tanto esperar,  inventou que não quer mais casar, e diz que casamento nem é tão importante assim, qu…