Pular para o conteúdo principal

Quem é seu amante?


Muitas pessoas têm um amante e outras gostariam de ter um.
 Há também as que não têm, e as que tinham e perderam.

 Geralmente, são essas últimas que vêm ao meu consultório, para me contar que estão tristes ou que apresentam sintomas típicos de insônia, apatia, pessimismo, crises de choro, dores etc.

 Elas me contam que suas vidas transcorrem de forma monótona e sem perspectivas, que trabalham apenas para sobreviver  e que não sabem como ocupar seu tempo livre.

Enfim, são várias as maneiras que elas encontram para dizer que estão simplesmente perdendo a esperança.

        Antes de me contarem tudo isto, elas já haviam visitado outros        consultórios, onde receberam as condolências de um diagnóstico firme: “Depressão”, além da inevitável receita do antidepressivo do momento.

        Assim, após escutá-las atentamente, eu lhes digo que não precisam de nenhum antidepressivo; digo-lhes que precisam de um AMANTE!!!

        É impressionante ver a expressão dos olhos delas ao receberem meu conselho.

        Há as que pensam:

“Como é possível que um profissional se atreva a sugerir uma coisa dessas”?!
Há também as que, chocadas e escandalizadas, se despedem e não voltam nunca mais.
Para aquelas, porém, que decidem ficar e não fogem horrorizadas, eu explico o seguinte:

“AMANTE é aquilo que nos apaixona; é o que toma conta do nosso pensamento antes de pegarmos no sono; é também aquilo que, às vezes, nos impede de dormir.
 O nosso“AMANTE ” é aquilo que nos mantém distraídos em relação ao que acontece à nossa volta.

É o que nos mostra o sentido e a motivação da vida.

        Às vezes encontramos o nosso ”AMANTE” em nosso parceiro.
Também podemos encontrá-lo na pesquisa científica ou na literatura, na música, na política, no esporte, no trabalho, na necessidade de transcender espiritualmente, na boa mesa, no estudo ou no prazer  obsessivo do passatempo predileto…

Enfim, é “alguém”ou “algo” que nos faz “namorar a vida” e nos afasta do  triste destino de ir levando.

 E o que é“ir levando”?

Ir levando é ter medo de viver. É o vigiar a forma como os outros  vivem, é o se deixar dominar pela pressão, perambular por consultórios  médicos, tomar remédios multicoloridos, afastar-se do que é  gratificante, observar decepcionado cada ruga nova que o espelho  mostra, é se aborrecer com o calor ou com o frio, com a umidade, com o  sol ou com a chuva.

 Ir levando é adiar a possibilidade de desfrutar o hoje,  fingindo se contentar com a incerta e frágil ilusão de que talvez possamos  realizar algo amanhã.

Por favor, não se contente com “ir levando”… Seja também um amante e um protagonista        DA SUA VIDA!

        Acredite:

 O trágico não é morrer; afinal a morte tem boa memória e nunca se esqueceu de ninguém.
 O trágico é desistir de viver…
Por isso, e sem mais delongas, procure algo para amar…
A psicologia, após estudar muito sobre o tema, descobriu algo transcendental:

PARA  ESTAR  SATISFEITO, ATIVO E SENTIR-SE JOVEM E FELIZ, É PRECISO NAMORAR A VIDA.
Amante é "alguém!" ou "algo" que nos faz  "namorar a vida" e nos afasta do triste destino de "ir levando"!..

Quem é o seu amante?

        Jorge Bucay – Psicólogo Argentino

 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Constelações Familiares e o poder do AGORA

Se você ainda não conhece a prática das constelações familiares esta é uma excelente oportunidade para que você seja conduzido através desta ferramenta fantástica de autoconhecimento.
Ela atua a partir das nossas histórias e mitos familiares. Ajudando-nos a perceber mais claramente QUEM SOU EU e PORQUE ESTAMOS VIVENDO DE UMA FORMA QUE NÃO GOSTAMOS e até mesmo POR QUE TENHO UM SINTOMA QUE NÃO COMPREENDO ou POR QUE TENHO UM PADRÃO DE COMPORTAMENTO que não gostaria de ter.
As Constelações  Familiares são uma ferramenta poderosa para limpar nosso corpo emocional. Liberam a energia psíquica vinculada a traumas do passado, facilitando nosso processo de vivenciar o poder do AGORA.
A constelação atua sobre nós a partir de imagens que são captadas e processadas pelo nosso cérebro. Quando o facilitador configura uma constelação utilizando representantes para cada pessoa ou elemento relacionado com o assunto de que se trata, cria-se uma imagem do conflito e da origem do mesmo, seja ele sistêmico o…

O que é o caráter oral?

Quando a cofiança não é adequadamente suprida na infância há uma fixação no caráter oral, assim expressa a bioenergética de Lowen.
Mas o que significa a pessoa de caráter oral?

São pessoas que vão em frente, mas sentem um buraco enorme, acompanhado de uma forte sensação de privação.
De forma inconsciente se recusam a crescer, pois ficam esperando o tinham direito de receber na infância e não receberam. O mundo todo deve algo a ela.

São pessoas que esperam muito que alguém supra suas necessidades de ser feliz, ou que através da compulsão tentam tampar o buraco afetivo.

Dessa forma, acham que deveriam ter um emprego e não que deveriam buscar um emprego.
Tudo deve vir até ela porque ela tem o direito de ser cuidada.

Idealiza a mãe perfeita!
É um indivíduo crítico, exigente, muitas vezes apresetna um caráter opositor.

Não consegue construir (um bebê não precisa construir)
O adulto precisa realizar, mostrar.
É difícil para este tipo de adulto entrar em contato com sua falha básica, pois tem um burac…

Simbologia dos pés

Para Freud, o pé teria um significado fálico e o sapato seria um símbolo feminino. Cabe ao pé adaptar-se ao sapato. Existe até um provérbio que diz: "é preciso encontrar um sapato para o seu pé"
Nesta perspectiva, o pé é um símbolo erótico tanto nos povos primitivos quanto nos civilizados, sendo por vezes considerado um fetiche sexual. Não é atoa que é costume das mulheres enfeitarem tornozelos com jóias.

Não podemos deixar de lembrar do conto da Cinderela, que perde um de seus sapatinhos no baile real. O príncipe, que no baile se apaixonara por ela, vai procurar a dona do sapatinho.
Este mesmo tipo de conto pode ser encontrado nas tradições do Egito antigo. Como por exemplo, a estória da cortesã que teve suas sandálias roubadas por uma águia enquanto tomava banho. A águia levou as sandálias ao faraó, que admirado com o refinamento das mesmas e imaginando os pés que as calçavam, procurou esta moça em todos os lugares do reino e, encontrando-a, desposou-a.
Este mito encontra-se f…