Pular para o conteúdo principal

O que o medo do abandono provoca


A incapacidade de esperar é justamente uma característica das pessoas que conservam parte de si parada nesta estação, um nenê sempre em busca de um peito para pendurar-se, sempre com medo de ser abandonado,desesperados, pressionados pelo tempo.
Quem fica neste estágio, carregando como questão básica na vida o medo do abandono e da perda, tem um núcleo depressivo na personalidade em função de seu desengano de haver esperado um bom contato de que necessitava e que não veio no tempo certo. Quando nascemos, abrimos a boca à espera do alimento físico e emocional.
Se não chega, ou chega de má qualidade, nos tornamos cronicamente insatisfeitos, tomados pela sensação de vazio, com um buraco no peito.
 Essa pessoa se arrisca a passar a vida toda na ilusão de a cada encontro ter achado a mãe idealde que tanto precisou e não teve. Esperará que o companheiro preencha seu
peito vazio até se convencer, depois de sucessivas desilusões, que terá de usar
sua própria energia para conseguir seu alimento físico e emocional.
Vejamos um exemplo de dificuldades na área, lembrando que o universo do cérebro límbico é o dos animais de sangue quente, como o cão.
Maria chega em casa como um cãozinho que se energiza inteiro com a aproximação do dono. Ou como a criança de peito que vibra dos pés à cabeça quando a mãe chega perto, e isto mostra que já há contato. Maria faz contato,
condição necessária, mas não suficiente, para uma comunicação madura.
Dentro dela, um nenê de peito ainda espera que o companheiro supra suas carências. Por isso, entrará em casa, por exemplo, falando muito, ansiosa por contar tudo. Trocando em miúdos, querendo despejar no marido as frustrações e alegrias do dia.
Tal qual uma criança pequena que precisa da mãe para elaborar suas experiências com as quais ainda não sabe lidar.
Isso é comum também com pais e mães em relação aos seus filhos.

Maria acreditará estar dando, quando tudo o que quer é receber. Ela é um saco sem fundo em sua exigência de afeto. Se o marido se distrai um segundo, sente-se ameaçada de abandono e a conversa degringola. Como não
tem muitos recursos para lidar com a frustração, não sabe o que fazer quando
se depara com limites como esse, que a realidade toda hora impõe.
Admitir a dependência e a necessidade de ser nutrida seria a única forma de Maria aceitar e providenciar ajuda eficiente. Não há outro jeito de crescer, a não ser aceitar os aspectos de nossa personalidade que nos amedrontam ou desagradam.
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Simbologia dos pés

Para Freud, o pé teria um significado fálico e o sapato seria um símbolo feminino. Cabe ao pé adaptar-se ao sapato. Existe até um provérbio que diz: "é preciso encontrar um sapato para o seu pé"
Nesta perspectiva, o pé é um símbolo erótico tanto nos povos primitivos quanto nos civilizados, sendo por vezes considerado um fetiche sexual. Não é atoa que é costume das mulheres enfeitarem tornozelos com jóias.

Não podemos deixar de lembrar do conto da Cinderela, que perde um de seus sapatinhos no baile real. O príncipe, que no baile se apaixonara por ela, vai procurar a dona do sapatinho.
Este mesmo tipo de conto pode ser encontrado nas tradições do Egito antigo. Como por exemplo, a estória da cortesã que teve suas sandálias roubadas por uma águia enquanto tomava banho. A águia levou as sandálias ao faraó, que admirado com o refinamento das mesmas e imaginando os pés que as calçavam, procurou esta moça em todos os lugares do reino e, encontrando-a, desposou-a.
Este mito encontra-se f…

Existe Alma Gêmea?

Várias pessoas me escrevem dizendo que tem dúvida acerca do amor de sua vida.
Chamem como quizerem: alma gêmea, amor da vida, o escolhido de Deus...
no fundo a intenção é a mesma.

É incrível como temos dúvidas quando estamos nos relacionando com alguém
Opa! Eu disse DÚVIDA.
Esse já é um sinal.

Dia desses conversava com uma amiga muito querida e ela disse que já havia encontrado com sua alma gêmea, mas que foi no passado, e hoje já tem marido e filhos e, simplesmente, desistiu...

Outra pessoa, também querida, disse que desistiu, pois se ama apenas duas vezes na vida, e não deu certo com ela.. (?)
Me pergunto o que leva sempre alguém a acreditar que não merece usufruir da plenitude de poder vivenciar o poder do amor genuino.
Dizia um terapeuta, mestre Nilton: "Sabe o que acontece quando você encontra sua alma gêmea e não está preparado para ela? Você simplesmente chuta para bem longe."

Pensando nisso trouxe trechos de Cristina Cairo, que é uma estudiosa do assunto:

As pessoas que já enco…

O que é o caráter oral?

Quando a cofiança não é adequadamente suprida na infância há uma fixação no caráter oral, assim expressa a bioenergética de Lowen.
Mas o que significa a pessoa de caráter oral?

São pessoas que vão em frente, mas sentem um buraco enorme, acompanhado de uma forte sensação de privação.
De forma inconsciente se recusam a crescer, pois ficam esperando o tinham direito de receber na infância e não receberam. O mundo todo deve algo a ela.

São pessoas que esperam muito que alguém supra suas necessidades de ser feliz, ou que através da compulsão tentam tampar o buraco afetivo.

Dessa forma, acham que deveriam ter um emprego e não que deveriam buscar um emprego.
Tudo deve vir até ela porque ela tem o direito de ser cuidada.

Idealiza a mãe perfeita!
É um indivíduo crítico, exigente, muitas vezes apresetna um caráter opositor.

Não consegue construir (um bebê não precisa construir)
O adulto precisa realizar, mostrar.
É difícil para este tipo de adulto entrar em contato com sua falha básica, pois tem um burac…